Demorar-se em ser

A sociedade catalizadora do contexto social. Qual a função da sociedade quando analisada por dentro?

Anúncios

Atualmente, o ritmo da  sociedade nos faz empurrar tudo ” goela a baixo ” . Hoje tudo precisa ser para ontem. Não se senta mais para ler bons textos ou debater a respeito de assuntos que realmente interessam. Qualquer pausa do dia, é direcionada para atualizar as redes sociais. Somos impulsionados, como se algo naturalmente orgânico nos levasse a pegar nossos Smartphones piscantes e cheios de notificações cada vez mais atrativas,  e parar nosso momento de ” pausa ” para nos afundar nas redes cheias de conteúdos – em sua maioria – volúveis e interessantes  like a um museu com grandes novidades.

Algo me faz pensar que quando agimos assim estamos na verdade sendo sociáveis, logicamente como seres que vivem em sociedade, nossa tendencia é seguir o que a massa faz. Mas é este o ponto crítico da questão, e talvez seja este o questionamento que Hamlet indagava: “Ser ou não ser, eis a questão.” Ora, nos dias atuais paciência é virtude em falta, parece tarefa árdua ser paciente e celebrar a calma, a demora e o sentar na calçada. Porém, em contrapartida perdemos horas alimentando nosso ego com curtidas, likes e retwets que não nos leva a lugar nenhum.

Particularmente, pensando aqui com meus botões, acredito que precisamos sim ter nosso espaço para no momento atual, quando todo o tipo de informação nos invade olhos e ouvidos, quase sempre sem pedir licença, é imprescindível encontrar espaço para escutar, para ler e reler, aquilo que nos desperta consciência, que por um breve momento nos fará sentir, mesmo que ilusoriamente, que não estamos só em nossos mais profundos questionamentos.

É tão engraçado olhar para este ponto de vista, que talvez seja esse  âmago da pergunta de Hamlet. Vamos lá, para ser precisamos primeiro pensar, criticar, questionar. E quando fazemos isso, existimos! Como ser sem existir? Logo, para Ser ou não ser, precisamos primeiro existir.

[TEXTO CONTINUA SEMANA QUE VEM ]

Como prometido, vou retomar com o texto interrompido na ultima semana.

O  contexto das redes sociais. A sociedade é social?
O contexto das redes sociais. A sociedade é social?

Autor: Douglas Alves

Um cara apaixonado por comunicação! Por foto, por gente, por política e por tudo que engloba o ser social. É difícil explicar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s